Cadastre-se e recebe nossos conteúdos
Buscar
  • Pedro Henrique Moreira

Minimalismo para ganhar visibilidade: Entenda esse estilo do design que sua marca precisa adotar

Diversas empresas estão atualizando suas marcas para terem melhor visibilidade e impacto em diversos canais como as redes sociais.

Na hora de criar seu próprio negócio uma das coisas mais importantes e também difíceis, é o desenvolvimento da sua marca/logo. Além de representar a cara da sua empresa, sua identidade definirá a forma da sua presença em diversos meios e tem o dever de expor o seu posicionamento e ramo.

Por isso resolvemos falar da tendência minimalista que vem sendo utilizada em marcas novas, mas também por tradicionais e históricas que estão fazendo um rebranding para se adaptarem as novas necessidades de mercado.


Mas antes de falarmos especificamente sobre o minimalismo, vamos falar sobre logotipo, ou seria símbolo? É exatamente essa dúvida que queremos tirar e assim facilitar seus extintos e sua criatividade na escolha daquilo que irá representar muitas vezes o seu sonho de vida, que é ter o próprio negócio.


Então qual é a diferença entre logotipo, imagotipo, isólogo e isotipo?


LOGOTIPO

Logo = palavra + Tipo = letra ou carácter. Isto é, um logotipo é quando atribuímos uma identificação (à marca/produto/serviço) apenas pelo Lettering.

Exemplos: Zara, Google, GAP, entre outras.


IMAGOTIPO

Combinação da imagem simbólica/ícone + Lettering. Geralmente o símbolo/íconone + o Lettering poderão eventualmente funcionar em separado.

Exemplos: Lacoste, Audi, Motorola, entre outros.


ISOLOGO

Combinação integrada da Imagem/ícone + Texto. O ícone está integrado no Lettering ou vice-versa. Nunca podem ser separados uma vez que não funcionam um sem o outro. Exemplos: BMW, Burguer King, Harley-Davidson, entre outros.


ISOTIPO OU SÍMBOLO

O logo da Apple é um exemplo clássico de minimalismo e força de marca. É apenas o Ícone/símbolo que visualmente sintetiza os valores, o caráter, os princípios e a personalidade da marca/produto/serviço.


Agora você já conhece todas as diferenças entre eles e pode compreender melhor, até mesmo a necessidade específica do seu modelo de negócio.


Se analisarmos rapidamente cada marca exemplificada acima, podemos notar que todas seguem o estilo minimalista, independente se representada apenas por um símbolo ou por um logotipo completo.


A primeira coisa que pode se pensar é que são marcas de certa forma “simples”, mas quando analisadas profundamente podemos notar que tem muito significado por trás do que parece ser apenas um maçã mordida. Até aqui ok, mas afinal minimalismo e simplicidade são sinônimos?


Vamos ver a definição de cada uma, segundo a Wikipédia, para você entender melhor:

– Simplicidade é o estado ou a qualidade de ser simples;

– Minimalismo é um estilo que usa apenas elementos essenciais para o

máximo impacto.


Como você pode ver, o minimalismo e a simplicidade não são sinônimos. O minimalismo flui em direção à simplicidade ao eliminar elementos excessivos que não atendem às expectativas do público. Essa tendência de simplificação e do design flat foi traçada há muito tempo e muitos logos de diferentes marcas se tornaram mais simples e minimalistas.


Em forma de estilo visual, o minimalismo é atemporal. Enquanto as tendências minimalistas na moda vêm e vão com o tempo, este estilo para um logotipo funciona perfeitamente a qualquer momento. Conhecendo o incrível poder do minimalismo, marcas já muito bem estabelecidas deixaram e ainda mantêm a sua identidade corporativa limpa e concisa. Por exemplo, a Nike tem sido fiel à sua icônica e simples logomarca há décadas.


O fato dos logos terem cada vez menos detalhes e com formas mais simples, não é apenas uma aspiração dos designers ou apenas uma tendência de design. Isso ocorre para que os logos possam ser colocados em diferentes tipos de mídias e plataformas – se antes um logo era inserido apenas em uma mídia física, agora o logo deve ficar ser bem visualizado na web, incluindo em telas pequenas como de celulares.


Uma das mais recentes modificações de uma grande empresa foi feita pela Volkswagem que apresentou sua nova marca neste ano.

É notável a diferença gerada, que abre mão de um design com elementos voltados para o 3D, enquanto a nova preza pelo minimalismo.


Em 6 anos a marca do Instagram mudou 2 vezes até a forma minimalista atual

Outras grandes empresas reconhecidas internacionalmente correm diariamente para manterem uma presença forte através de suas marcas, caso do Instagram com alterações frequentes, expressivas e muito importantes, principalmente quando o consumidor/usuário está em contato com a marca em dispositivos móveis como celulares e tablets.


Antiga e nova marca do Atlético Paranaense

Um outro exemplo de rebranding (reformulação de marca) é o do clube de futebol Atlhético Paranaense, que em 2018 não só alterou seu escuto, mas também seu nome, para se diferenciar de outro clube brasileiro, o Atlético Mineiro.


Este reposicionamento dentro do esporte mostra que até o mais tradicional dos seguimentos deve reconhecer o momento de revisar sua imagem e marca.


Seja usando ícones, linhas retas ou curvas, a marca representa graficamente a sua identidade e como você quer ser visto. Adotar o minimalismo simplificará sua comunicação, tornará ela mais agradável aos olhos e facilitará o reconhecimento do seu negócio pelo público.


Nossa recomendação: Analise sua marca e negócio e note se ambos conversam com o seu público. Percebendo a necessidade de atualizar sua marca procure profissionais qualificados para desenvolverem um projeto que alinhe sua comunicação.


Manter uma imagem alinhada ajuda a manter sua empresa forte e lembrada no mercado.


Gostou de saber? Aqui na Paiol também trabalhamos com o desenvolvimento e reposicionamento de marcas e identidades visuais, pois uma boa comunicação começa pela marca.

Se precisar é só chamar, pois estamos aqui para ajudar você e seu negócio.


487 visualizações

© 2019 por Paiol Comunicação

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • Branca Ícone LinkedIn